‘COVID-19: 100 días de la pandemia del coronavirus’ vence o Prêmio Roche 2021 na categoria Jornalismo Audiovisual

Trabalho vencedor na categoria Jornalismo Audiovisual Prêmio Roche 2021.

Um documentário filmado em Lima (Peru) que conta como a chegada da pandemia impactou o país desde o primeiro caso confirmado pelo governo em 6 de março de 2020 até os primeiros cem dias da peste ganhou o primeiro lugar na categoria Jornalismo Audiovisual do Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde.

O trabalho apresenta ao longo de 47 minutos e seis capítulos imagens inéditas que mostram a contradição entre o drama que os peruanos viviam nas ruas e hospitais e a versão oficial divulgada pelo então presidente Martín Vizcarra e seu governo.

A equipe do trabalho jornalístico vencedor é formada por Rudy Jordán, Óscar Ramírez, Luis Jacobo, Carlos Hidalgo, José Manuel Romero, Carls Mayo, Antonio Álvarez, Soine Díaz e Bryan Albornoz, do jornal El Comercio do Peru.

Veja o trabalho

O jurado desta categoria ressalta o trabalho de reportagem na rua desde o começo da pandemia, que fez um registro histórico da situação, a proximidade com diferentes fatos e com as necessidades da população, assim como a capacidade de contextualizar e contrastar as decisões do Estado com a realidade e mostrá-las ao público.

Os encarregados de tomar a decisão final na categoria Jornalismo Audiovisual foram Caio Cavechini, jornalista e documentarista, e Tamoa Calzadilla, diretora da plataforma de checagem de dados El Detector, com a assessoria médica do doutor Daniel Nogueira.

Sobre os autores

Rudy Jordán Espejo: Jornalista e documentarista especializado em conteúdos escritos e audiovisuais. Foi repórter em meios locais como América TV, El Comercio e colaborou como correspondente estrangeiro para os canaiIs CCTV da China, RT da Rússia e HispanTV do Irã.

Depois de um curso em criação de documentário na Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (Cuba), graduou-se em Jornalismo com a tese ‘Cómo se construye la agenda informativa de la cadena musulmana HispanTV’. Trabalhos que dirigiu ou participou foram reconhecidos em diversas premiações: ‘Quiero ser Iron Man’, vencedor do prêmio Padre Urías del Comercio na categoria multimídia (2015); ‘Nueve Días sin Fidel’, seleção oficial do BCCN Barcelona Creative Commons Film Festival (2018); ‘Justicia de Papel’, finalista na categoria audiovisual do Premio Nacional de Periodismo IPYS (2019); ‘Sobreviví al Holocausto’, vencedor do Premio del Público en el Festival Judío de Punta del Este, Uruguai (2020); ‘COVID-19: 100 días en Cuarentena’, finalista do Concurso de Reportagens sobre COVID-19 do ICFJ (2021).

Óscar Ramírez Champa: Comunicador social com mais de 7 anos de experiencia, especializado em edição e realização audiovisual. Atualmente é editor de vídeo sênior no jornal El Comercio. Vencedor de dois prêmios da Associação Internacional dos Meios de Notícias (INMA, na sigla em inglês) nas categorias Melhor Campanha de Serviço à Comunidade e Melhor Campanha da América Latina; vencedor do premio AHF pela reportagem “O caminho para a vida dos venezuelanos com HIV”, vencedor de um premio Effie de prata na categoria Positive Change – Bem Social, vencedor do Ouro no prêmio ÑH 2019 pelo vídeo “La Bestia de Petit Thouars”, e menção honrosa em Acesso à Saúde na sétima edição do Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde, na categoria Jornalismo Audiovisual.

Luis Jesús Jacobo: Comunicador audiovisual formado pela Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC). Atualmente é editor de vídeo e criador de conteúdo audiovisual no jornal El Comercio. Especializado em produção audiovisual de trabalhos documentais e de ficção. Tem conhecimentos em animação 2D e produção musical.

Carlos Eduardo Hidalgo: Comunicador audiovisual formado pela Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC). Editor de vídeo e criador de conteúdo audiovisual no jornal El Comercio. Especializado em criação de conteúdo audiovisual e novas tecnologias.

José Manuel Romero: Comunicador audiovisual formado pela Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC), especializado em gravação de som direto (ficção e documentário) e principalmente no desenvolvimento da pós-produção, mescla e masterização de som nos projetos especiais do jornal El Comercio.

Carls Lewis Mayo: Comunicador audiovisual, focado na edição e pós-produção de reportagens e documentários, assim como no desenvolvimento de motion graphics e animações 2D. Iniciou carreira no jornal El Comercio como repórter de vídeo em 2017.

Soine Díaz Medina: Graduada em Ciências da Comunicação pela Universidad San Martín de Porres, com especialização em Audiovisuais. O início da carreira profissional foi no Diario La República como gestora multimídia, mesmo cargo que teve no canal de televisão Exitosa Noticias.

Atualmente é parte da área de vídeo e podcast do jornal El Comercio, meio que lhe deu dois prêmios pelas reportagens: ‘Padre Urias’: Pódcast ‘Jugamos como Nunca’, vencedora da categoria melhor proposta editorial inovadora, e ‘Pampa Pacta, el pueblo que vive en una cuarentena perpetua’, vencedora na categoria melhor trabalho audiovisual.

Bryan Albornoz Ramírez: Formado pelo Instituto San Ignacio de Loyola em Jornalismo Esportivo, especializado em audiovisual. Realizador de vídeo com 10 anos de experiência, 9 deles no Grupo El Comercio, criando e desenvolvendo projetos audiovisuais. Ganhou, entre outros, o Premio Nacional de Periodismo em 2019 na categoria melhor reportagem escrita pela campanha ‘No te pases’, do El Comercio.

Sobre o Prêmio Roche

O Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde é uma iniciativa da Roche América Latina e da Secretaria Técnica da Fundação Gabo, que busca reconhecer a excelência e fomentar o trabalho jornalístico de qualidade na cobertura de temas de saúde na América Latina.

Feito com por

Pin It on Pinterest