Pular para o conteúdo

Ganhadores

Categoria Jornalismo Escrito

maio 06, 2015
Categoria Jornalismo Escrito

Pré-jurados Categoria Jornalismo Escrito

[column size=”1/4″]Ainhoa Iriberri[/column]
[column size=”3/4″ last=”1″]Ainhoa Iriberri (España)

Licenciada em jornalismo pela Universidade de Navarra, se especializou em informação de Saúde e Biomedicina. Começou trabalhando no suplemento de Saúde  do diário El Mundo, desde onde passou a Reuters Health Spain. Após uma temporada na comunicação corporativa, também no campo da medicina, voltou ao jornalismo  quando foi fundado o diário Público, onde se ocupou destas informações até o fechamento da sua edição de imprensa.

Desde então colabora habitualmente com distintos meios de comunicação: El Mundo, Muy Interesante, Grupo Jolly e Materia. Também colaborou com revistas internacionais como el British Medical Journal e combina esta atividade com trabalhos em comunicação, traduções e resumes científicos para editoriais.

Ao longo de sua carreira profissional realizou a cobertura de alguns dos congressos médicos mundiais mais importantes, tais como a Conferência Internacional de HIV /Aids o Congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica. Ganhou vários prêmios, como o Boehringer Ingelheim ao Jornalismo em Medicina, o 2013 Best Cancer Reporter Award (Runners-up prize).[/column]

[column size=”1/4″]Flávia Duarte[/column]
[column size=”3/4″ last=”1″] Flávia Duarte (Brasil)

Trabalha para o diário Correio Braziliense, em Brasília, desde 2001. É repórter da Revista do Correio que é publicada todos os domingos, onde desenvolveu especialmente  artigos  de saúde. Também participou de várias conferências sobre o tema no Brasil e em outros países.

Foi vencedora de vários prêmios, entre eles o Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde, em 2013 na categoria de Jornalismo Escrito. Também ganhou o Prêmio Bradesco Longevidade no mesmo ano. Além disso, recebeu o Prêmio de Jornalismo A sexualidade dos brasileiros nas entrelinhas, em 2014; o Prêmio SBPT/ Pfizer de Jornalismo em Saúde, em 2013; o Prêmio Sindhrio de Jornalismo e Saúde em 2012 e o Prêmio Latinoamericano de Jornalismo em Saúde Cardiovascular, em 2008.[/column]

[column size=”1/4″]_AUU0277[/column]
[column size=”3/4″ last=”1″]Nora Bär (Argentina)

Jornalista científica desde três décadas. Editora e colunista de Ciência e Saúde do diário La Nación. Desde nove anos, dirige um programa semanal sobre temas de ciência, saúde e tecnologia em rádios de Buenos Aires. Desde 2015 encabeça El Arcón, em Radio Del Plata.

É membro da Academia Nacional de Jornalismo e da Red Argentina de Jornalismo  Científico. Também dirige os cafés científicos da Academia Nacional de Ciências Exatas Físicas e Naturais, recebeu numerosos prêmios, entre os que se incluem o prêmio Konex à divulgação científica (duas vezes), o prêmio da Universidade de Buenos Aires à Trajetória Jornalística, o prêmio Adepa, o prêmio Ineco ao jornalismo em neurociências o prêmio René Baron, entre outros.

Foi jurada de teses de doutorado em comunicação da ciência, dos prêmios Konex, e de concursos para a excelência em jornalismo científico, como o Prêmio Novo Nordisk para a excelência em jornalismo sobre diabetes, o Prêmio Dow à Divulgação Científica, e o concurso Ciência que Ladra, Século XXI-La Nación.

É autora de Viceversa, colunas publicadas em La Nación, e De la probeta a los genes. Hormona de crecimiento, uma epopeia científica argentina. Desde o ano passado é editora da coleção ¿Qué es…?, de Editorial Paidós.[/column]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Feito com por