Pular para o conteúdo

Ganhadores

O que caracteriza um bom trabalho de jornalismo em saúde? A experiência de “Valente Valentina”

janeiro 21, 2014
O que caracteriza um bom trabalho de jornalismo em saúde? A experiência de “Valente Valentina”

Darío Fernando Patiño e Adelaida Trujillo, jurados da primeira edição do Prêmio Roche de Jornalismo de Saúde, comentam os aspectos que mais se destacaram no trabalho “Valiente Valentina” de Federico Uribe, vencedor do Prêmio na categoria Televisão e Vídeo.

Darío Fernando Patiño
Assessor de imprensa do canal Ecuavisa.

Neste trabalho, o autor decidiu enveredar pelo ponto de vista de uma paciente, em vez de apresentar o retrato de uma doença. Esta é a história de uma paciente com leucemia, do princípio ao fim. Assim, a protagonista é a única fonte necessária, o que, em si, é excelente. A reportagem inclui o ambiente familiar, a mãe, os colegas de escola, outras pessoas, e isso também é uma forma de consultar várias fontes. O que mais se destaca neste trabalho é o fato de ser uma história ímpar, com uma personagem ímpar, singular, única, e apresentar um trabalho técnico impecável.

Adelaida Trujillo
Diretora Executiva da Iniciativa de la Comunicación para América Latina – Comminit e cofundadora da TV Citurna.

“Valiente Valentina é um desafio para quem quer contar histórias humanas, do ponto de vista jornalístico.” Minha trajetória profissional tem sido como documentarista e acredito muito nesse tipo de formato. Acho que o que foi mostrado, no que diz respeito a fontes, tem muito impacto: o encontro com os médicos, o colégio, as professoras, foi audiovisual e forte. Não foi narrado nem falado, que é o que usualmente acontece em histórias ou reportagens desse tipo: é mais falado do que visual. E aí se estabelece um padrão, uma narrativa totalmente audiovisual, onde o óbvio não é tão óbvio assim, mas está ali, latente, e tacitamente no ambiente da vida de Valentina. Poderíamos dizer que não segue um formato jornalístico convencional. Não existe um apresentador, um narrador em off, etc. nessa reportagem. Mas este diretor, Federico Uribe, é um jornalista profissional; já trabalhou em vários meios de informação. E o encontro com essa personagem tão forte, narrada dessa forma, nos surpreende o tempo todo. Sua força nos surpreende, sua luta contra a doença. É uma menina que parece pequena, mas não é.

Aprendizajes para un mejor periodismo en salud from FNPI on Vimeo.

Premio Roche: la reivindicación del periodismo en salud from FNPI on Vimeo.

¿Cómo fue tu experiencia en la realización del documental ‘Valiente Valentina’? from FNPI on Vimeo.

Invitación a participar en la segunda edición del Premio Roche de Periodismo en Salud from FNPI on Vimeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Feito com por